OPINIÃO

Um alerta sobre o crime mais cruel entre nós

Janaína Araujo, de Campo Grande12/07/2020 - 16h00
Compartilhe:


A data de 18 de maio marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil e, neste ano, contou com o lançamento do documentário 'Um Crime Entre Nós', dirigido por Adriana Yañez e produzido pela Maria Farinha Filmes. A produção traz, em 59 minutos, um alerta sobre a exploração sexual infantil e o abuso sexual, com participações de convidados engajados na causa e em ações que combatam tais crimes, como a blogueira Jout Jout, o médico Drauzio Varella, o apresentador Luciano Huck entre outros.

'Um Crime Entre Nós' pode ser encontrado na plataforma digital gratuita Videocamp. No site ainda é possível baixar um material de apoio que expõe todos os detalhes do documentário e os dados apresentados sobre abuso e exploração sexual no Brasil e no mundo. O documentário traz narrações em off e ilustrações de histórias de meninas que passaram por exploração e abusos.


Por meio das falas dos convidados e entrevistados, o documentário traça os tópicos que giram em torno da exploração e abuso sexual infantil, como o silêncio daqueles que têm conhecimento desses crimes, a pornografia, o machismo, a educação sexual e a normalização desses atos, por conta de uma estrutura social e histórica que é violenta com meninas e mulheres desde seu nascimento.


A urgência desse documentário está estampada em cada minuto, como uma tentativa de pedido de socorro a milhares de crianças e adolescentes que enfrentam tamanha violência diariamente. Para quem deseja assistir, a sugestão é que persista até o final e que não pause o documentário por conta do peito apertado de tristeza, pois a necessidade dessa produção está inteiramente ligada ao silêncio sobre, talvez, os crimes mais cruéis que podem ser cometidos contra uma pessoa.
 

Compartilhe:

Deixe seu Comentário