CAMPO GRANDE19º MIN 26º MAX
Primeira Notícia UFMS
  sexta, 22 de setembro de 2017
 
3 de outubro de 2013 - 16h03

Realização de eventos esportivos exigem reforço na segurança

A realização de grandes eventos esportivos em Campo Grande provocou um aumento das ações de segurança pública. A capital recebeu, no último dia 29 de setembro, uma partida da primeira divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol entre Portuguesa e Corinthians, e realizará, no próximo dia 13 de outubro, a 5ª edição da Meia-maratona Internacional do Pantanal Volta das Nações. Ambas competições mobilizam grande número de pessoas, o que aumenta a responsabilidade sobreas programações dos eventos. Segundo a organização da partida entre Portuguesa e Corinthians, realizada no estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, mais de 14 mil torcedores compareceram ao jogo. A grande quantidade de pessoas não prejudicou a segurança e o evento transcorreu normalmente. No total, 70 motocicletas, 14 viaturas e duas bases móveis deram suporte aos 300 policiais militares destacados para a partida, oriundos de quatro batalhões e da cavalaria. De acordo com o comandante do policiamento metropolitano, coronel Evaldo Mazuy, antes do jogo, alguns artefatos não seriam permitidos. “Esperamos manifestações pacíficas dos torcedores, mas não serão permitidos sinalizadores no interior do estádio, e vamos cumprir à risca o que determina a lei”, garantiu. O destacamento da PM atuou na escolta das delegações, nos deslocamentos entre aeroporto, hotel e estádio, e no apoio à fiscalização de trânsito. Corpo de Bombeiros, Samu e Defesa Civil também prestaram atendimento no dia do evento. Volta das Nações [caption id="attachment_5929" align="alignright" width="300"]Reunião no Sesi definiu esquema de segurança (Foto: Divulgação) Reunião no Sesi definiu esquema de segurança
(Foto: Divulgação)[/caption] Para a realização da 5ª Meia-maratona Internacional do Pantanal Volta das Nações, Exército, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar devem atuar na segurança da prova, que acontece no próximo dia 13 de outubro em Campo Grande. O evento recebeu 24,5 mil inscrições entre as categorias de meia-maratona de 21 km, corrida de 10 km e caminhada de 7 km. Segundo o diretor da prova, Marcelo Moraes, a participação dos parceiros deve garantir a segurança da população e auxiliar no bloqueio das ruas, além de fazer o acompanhamento de todo o trajeto. "Para ter sucesso em toda a estrutura da prova, precisamos alinhar a atuação com a equipe de segurança e equipe de apoio, para que todos estejam informados sobre essa logística, e dessa forma evitar os transtornos para os participantes e a população", disse. De acordo com o Sargento da Polícia do Exército, Sebastião Osmar Ferreira a unidade vai participar com 150 militares em todo o percurso, como cruzamentos e rotatórias. "Iremos atuar em todos os pontos, orientando junto ao departamento de trânsito para que o evento ocorra sem tumultos", pontuou. O tenente do Corpo de Bombeiros, Ivanildo da Silva Barros, garantiu que durante a prova serão disponibilizadas duas ambulâncias e duas motocicletas, que vão acompanhar os atletas durante o percurso. "A expectativa é que consigamos atender todas as demandas que surgirem, sem nenhum transtorno", disse. Repórter: Jones Mário
COMENTÁRIOS
 © Copyright 2017 Primeira Notícia