Campo Grande21º MIN31º MAX

Mostra de Cinema promove debate sobre a Ditadura Militar

, de Campo Grande 8/07/2013 - 20h48
Compartilhe:
A Mostra de Filmes “Cinema pela Verdade” aconteceu em Campo Grande na última semana. As sessões ocorreram no anfiteatro do Laboratório de Análises Clínicas (LAC) na UFMS. A primeira exibição foi do documentário “Marighella”, de Isa Grinspum Ferraz. No segundo dia foi apresentado “Infância Clandestina”, de Benjamín Avila - uma coprodução entre brasileiros, argentinos e espanhóis. No final de cada sessão, o público ainda participou de debates com convidados especiais. No primeiro dia, o historiador André Dioney Fonseca e o ator e dramaturgo Breno Moroni guiaram as discussões. No segundo dia, foi a vez dos historiadores Valmir Correa e Jorge Christian Fernandez contribuírem com o debate. [caption id="attachment_2910" align="alignleft" width="300"]cinema pela verdade  Cartaz oficial do evento[/caption] Em seu segundo ano de realização a Mostra, que é viabilizada por um convênio entre o Instituto Cultura em Movimento (ICEM) e o Ministério da Justiça, acontece simultaneamente nos 27 estados desde maio até setembro de 2013.  Ocorrerão 201 exibições em 90 universidades de todo o país e o público esperado é de mais de 20 mil pessoas. Segundo a coordenadora estadual do projeto e estudante do curso de Jornalismo da UFMS, Natalia Moraes, o objetivo principal da Mostra, além de promover exibições, é possibilitar o debate acerca do período da Ditadura Militar e sua relação com as demais ditaduras contemporâneas do Cone Sul.  Na entrevista abaixo, Natalia Moraes fala sobre como foi possível trazer o projeto a Campo Grande, desde o lançamento do edital de seleção, até suas expectativas com relação ao evento.   http://www.youtube.com/watch?v=1nI3U5bgnrQ Repórter: Adriel Mesquita Repórter: Antonio Negruny Vídeo: Jones Mário Editor: Bárbara Versolato
Compartilhe:

Deixe seu Comentário

Leia Também