CAMPO GRANDE19º MIN 26º MAX
Primeira Notícia UFMS
  quarta, 22 de novembro de 2017
 
23 de junho de 2014 - 23h02

Cidade tem opções para praticar exercícios físicos gratuitamente

Projetos realizados em várias regiões de Campo Grande oferecem atividades para quem quer manter hábitos saudáveis e de forma gratuita

GABRIEL IBRAHIM E RAQUEL DE SOUZA
O Belmar Fidalgo é um dos pontos para prática de atividade física gratuita em Campo Grande.O Belmar Fidalgo é um dos pontos para prática de atividade física gratuita em Campo Grande.  (Foto: Gabriel Ibrahim)

Campo Grande tem 409 academias credenciadas no Conselho Regional de Educação Física da 11 Região (CREF11/MS-MT), e frequentar uma academia em busca de modelar o corpo ou adotar um estilo de vida saudável, gera custos que podem variar de 65 até 250 reais. Existem opções de lugares onde se pode praticar exercícios de forma gratuita e com acompanhamento profissional, como os projetos desenvolvidos, sem custo algum, pela Fundação Municipal de Esporte (Funesp). Realizados em praças e parques da cidade, eles atendem a todas as faixas etárias.

Ações como o “Geração de Campeões”, tem por objetivo incentivar e fomentar a iniciação esportiva entre crianças de 6 a 14 anos, oferece diversas modalidades esportivas como atletismo, basquete, futebol, ginástica, natação, karatê e judô. As atividades são ministradas por profissionais de educação física e monitores em praças, parques, ginásios e campos de futebol da cidade como o Parque Ayrton Senna, o Centro Poliesportivo Vila Nasser e a Praça Esportiva Elias Gadia. A Funesp também realiza outros projetos como o “Ginástica em Ação” e as academias ao ar livre, que desenvolvem atividades como ginástica, pilates, yoga e dança de salão. 

O diretor de Esporte e Lazer da Funesp, Marco Antônio Aguilera explica que o objetivo dessas ações é promover uma mudança de comportamento dos campo-grandenses e utilizar o esporte e o lazer para a melhoria da qualidade de vida.

A Praça Esportiva Belmar Fidalgo conta com duas quadras poli esportivas, quadras de areia, pista de cooper, campo de futebol, área para ginástica, academia para a terceira idade, dentre outros, à disposição da população em todos os dias da semana, das 5 às 21 horas. Segundo o coordenador Técnico Desportivo do Belmar, Saulo Vieira,  além das aulas oferecidas pela Funesp um quiosque da Unimed oferece atendimento profissional no começo da manhã e no final da tarde, com aulas de ginástica, alongamento e orientação para práticas de caminhada e corrida. Nos períodos letivos, alunos de Educação Física da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) orientam os idosos no uso dos equipamentos da Academia da Terceira Idade, tanto no período da manhã quanto à tarde.

Além das atividades oferecidas pela Prefeitura, existem também iniciativas independentes. Os professores de Educação Física e personal trainers Macário Freitas e Mariana Barbosa, por exemplo, utilizam espaços abandonados da cidade para a prática de exercícios físicos gratuitamente. As atividades são oferecidas nas tardes de sábado e os professores ministram pequenas aulas, organizam treinamentos em circuitos e orientam os interessados na utilização de equipamentos como cinto de tração, slackline e tiras suspensas, todos disponibilizados por eles. Os primeiros encontros foram realizados na Rotunda Ferroviária, espaço que atualmente está desativado.

O músico Arthur Rostey, um dos frequentadores dos encontros realizados na Rotunda, é adepto de uma prática denominada “street workout” ou “treino de rua”, onde são realizados movimentos que utilizam aparelhos de praças e locais públicos, e improvisam a execução dos exercícios em qualquer local.

COMENTÁRIOS
 © Copyright 2017 Primeira Notícia