CAMPO GRANDE19º MIN 26º MAX
Primeira Notícia UFMS
  domingo, 17 de dezembro de 2017
 
1 de novembro de 2017 - 15h32

Brinquedoteca Aberta da UFMS recebe doação de brinquedos da DIAAF

Os novos brinquedos, especiais para crianças com deficiências, ensinarão os alunos com brincadeiras

BEATRIZ CAMARGO, ISABELLY MELO E NATÁLIA OLIVEIRA
As atividades da Brinquedoteca acontecem todas às sextas-feirasAs atividades da Brinquedoteca acontecem todas às sextas-feiras  (Foto: Natália Oliveira)

O projeto de extensão Brinquedoteca Aberta do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) recebeu, na última sexta-feira (27), a doação de diversos brinquedos especiais para crianças com deficiência. Os brinquedos foram cedidos pela Divisão de Acessibilidade e Ações Afirmativas (DIAAF), uma semana antes da brinquedoteca receber o primeiro aluno com deficiência visual. As crianças e monitores receberam instruções de como usar os brinquedos no dia da doação. 

Chefe da DIAAF desde o começo de 2017, Mirela Vila destacou que os brinquedos foram adquiridos pela antiga gestão da UFMS e não haviam projetos em andamento para destiná-los.  “Quando nós chegamos aqui na DIAAF, nós vimos esse material que já havia sido adquirido pela gestão anterior e as pessoas que haviam pensado em um projeto para esse material, elas estavam afastadas no momento. Então nós tínhamos o material e desenvolvemos um projeto novo, para termos prática relacionada ao teórico”.

Segundo Mirela Vila, é essencial ter o material antes de alguma criança com deficiência ser atendida pelos projetos, para que ela não fique defasada nas atividades por falta de equipamento. “É praticamente inédito. Nós não temos brinquedotecas ou até mesmo escolas de educação infantil que tenham esse material com tanta disponibilidade e nós sabemos que é um material lúdico que as crianças irão usar de uma maneira prazerosa e, ainda, aprendem alguma coisa nova”.

Alunos frequentam a Brinquedoteca toda semana
(Foto: Natália Oliveira)

De acordo com a professora coordenadora, Milene Bartolomei o projeto da Brinquedoteca Aberta começou em fevereiro de 2017, quando as alunas envolvidas fizeram estudos teóricos sobre o funcionamento de uma brinquedoteca e recebeu a primeira turma, composta por 15 crianças, no último dia seis de outubro.

O projeto, que oferece o atendimento a comunidade externa à Universidade, é pioneiro em Mato Grosso do Sul. Para o começo de 2018, a seleção dos alunos será feita na escola que tiver o menor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), para o grupo acompanhar e estudar a evolução das atividades conjuntas entre escola e a Brinquedoteca.

Aluna do sétimo semestre do curso de Pedagogia, Aline Santa Cruz, 27, faz parte, como bolsista, da equipe da Brinquedoteca, composta por nove alunos. Ela comenta que as atividades mesmo cansativas, são enriquecedoras para o futuro como pedagoga. “Eu vejo a Brinquedoteca como uma sala de experiência. A gente está ali com as crianças e aplica o que estudou na teoria e percebemos bons resultados”. As atividades são propostas pela equipe e passam por aprovação da coordenadora do projeto, Milene.

As alunas do primeiro e segundo ano, respectivamente, do ensino fundamental, Beatriz Sotoma, 6,  e Isabella Rocha, 8,  participam da Brinquedoteca desde o primeiro encontro e comentam que  fizeram muitos amigos e gostam das atividades. 

COMENTÁRIOS
 © Copyright 2017 Primeira Notícia