CAMPO GRANDE19º MIN 26º MAX
Primeira Notícia UFMS
  Sunday, 22 de April de 2018
 
25 de March de 2018 - 23h13

Páscoa deve movimentar R$61,5 milhões em ovos de chocolate no Mato Grosso do Sul

Pesquisa do Sebrae-MS e Fecomércio mostra estimativa de vendas para o feriado em 2018

CARLOS YUKIO, DANIEL CATUVER, RENATA VANINI
Ovos de chocolate é o item mais procurado pelos consumidoresOvos de chocolate é o item mais procurado pelos consumidores  (Foto: Carlos Yukio)

O gasto médio do consumidor sul-mato-grossense no feriado de Páscoa subirá 8,98% comparado ao mesmo período de 2017. De acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul (IPF-MS) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae MS), os consumidores relataram que a situação econômico-financeira de 2018 está igual à do ano passado, e estão dispostos a desembolsar mais neste ano. O levantamento ouviu 2.160 pessoas em 13 municípios do estado e apurou que a renda e a avaliação da situação financeira podem explicar a sensibilidade dos compradores.

A lista de produtos avaliados na pesquisa inclui ovos de chocolate, bombons, viagens, despesas com alimentação, bebidas e outros itens relacionados à data. Conforme os dados da análise, com o aumento dos preços dos ovos de Páscoa, a maioria dos entrevistados (42,42%) pretende não comprar o produto símbolo da comemoração. Em Campo Grande, 53,79% dos gastos relacionados aos itens da pesquisa serão destinados à compra de ovos de chocolate.

A analista técnica do Sebrae MS, Karina Longo afirma que os clientes pretendem gastar de R$65 à R$80 reais com presentes na Páscoa. "Toda data comemorativa traz movimentações no mercado, em setores diferentes. (...) Cada vez mais tanto a pessoa que oferece o produto ela inova, ela traz possibilidades e variedades, quanto a pessoa que vá adquirir percebe que o mercado talvez tenha sempre as mesmas coisa e quando compra um caseiro pode fazer do seu jeito. É um diferencial". Karina Longo constata que a época também é uma oportunidade para microempreendedores obterem uma fonte de renda extra.


A funcionária pública Evelyn Silva afirma que se surpreendeu com os preços dos ovos de Páscoa. “Estão abusivos, muito caros. Nunca  pesquisei a diferença de preços entre um supermercado e outro, mas neste ano tive que pesquisar”. Ela diz que durante a comemoração consome chocolate e peixe, outro item procurado pelos consumidores. A alternativa encontrada por ela para economizar foi fabricar os próprios ovos de Páscoa em casa e também adquirir o mesmo produto de microempreendedores autônomos.

A jornalista Gabriela Zaleski encontrou no ramo alimentício um modo rentável de empreender e complentar sua renda. Há quase três anos ela fabrica doces sob encomenda. "Desde Janeiro já montamos os sabores vendidos. Após o Carnaval compramos os chocolates em barra, embalagens, definir os preços e tamanhos. São uns três meses de antecedência para nos organizarmos (....) Esse ano estou trabalhando sozinha, mas recebo ajuda dos amigos e familiares com as entregas, mas a parte pesada é comigo".

Karina Longo ressalta a necessidade do Sebrae fazer o acompanhamento dos microempreendedores para que o négocio tenha mais rentabilidade e esteja regularizado. "Existe muita informalidade. As pessoas começam a sentir a necessidade de regularizar a situação. Seja por um alvará de localização, emissão de nota fiscal pra quem solicita ou abertura de um CNPJ". 

Serviço

O Sebrae MS oferece todas as segundas-feiras, nos períodos da manhã e da tarde, palestras gratuitas para orientar sobre as regras que devem ser seguidas pelo microempreendedor e sobre a documentação necessária para a abertura do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). Em seguida faz o encaminhamento para a Prefeitura Municipal. As ações de orientação acontecem às 8h30 e às 14h30 no prédio do SEBRAE, localizado na Avenida Mato Grosso, 1661. Os cursos também são oferecidos em outras cidades de Mato Grosso do Sul e a programação está disponível na internet no endereço www.sebrae.com.br.  

COMENTÁRIOS
 © Copyright 2018 Primeira Notícia