CAMPO GRANDE19º MIN 26º MAX
Primeira Notícia UFMS
  sexta, 24 de novembro de 2017
 
12 de dezembro de 2016 - 18h40

Setor econômico em Campo Grande registra saldo negativo de contratações em 2016

A Funsat atendeu mais de 92 mil pessoas interessadas em vagas de emprego este ano

CINTHIA MIGUEIS, LUANA AFONSO E TAYANA VAZ
O número de vagas ofertadas em Campo Grande diminuiu em relação 2015O número de vagas ofertadas em Campo Grande diminuiu em relação 2015  (Foto: Fonte: Tayana Vaz)

O setor econômico de Campo Grande registrou saldo negativo de contratações em 2016 com um deficit de 2.021 vagas, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado em novembro. Segundo a pesquisa, a situação é positiva comparada ao ano de 2015, que registrou saldo negativo de 4.044 vagas. O setor que mais ofereceu vagas de emprego foi de serviços e comércio e o setor que mais demitiu também foi o de serviços.

De acordo com o Caged, a capital finalizou outubro com saldo total de 200 novos postos de trabalho, 114 a mais em relação à pesquisa realizada em setembro, que apresentou o total de 86. O setor do comércio ofereceu 1.864 novas vagas e o setor de construção civil teve 965 demissões. O estado de Mato Grosso do Sul registrou de janeiro a outubro mais de 200 mil novas vagas de trabalho e os principais setores geradores de emprego são a indústria de transformação, comércio e serviços. A pesquisa aponta que o Brasil teve 13 milhões de demissões em 2016.  

Segundo o coordenador de Intermediação de Empregos da Fundação Social do Trabalho (Funsat) de Campo Grande, Sheston Marcio, em outubro, foram 275 vagas disponíveis para contratação, e 1.907 trabalhadores encaminhados para entrevistas e 125 colaboradores inseridos no mercado de trabalho. “A procura pela vaga temporária é maior do que as ofertadas, e o fluxo de procura aumenta entre outubro e novembro”. O coordenador ressalta que, neste período, foram disponibilizadas 27 vagas temporárias no sistema da Funsat.  

De acordo com Sheston Marcio, a Funsat atendeu mais de 92 mil pessoas interessadas em vagas de emprego, e foram contratadas 3.371 este ano. "O saldo é positivo em relação ao ano passado que teve 1.549 contratações".

Alguns lojistas do centro de Campo Grande oferecem vagas temporárias para o período das datas festivas do final de ano. O gerente da Livromat, Edgar Rocha explica que neste período realiza contratações devido ao aumento das vendas. “A quantidade de contratados será o mesmo de 2015, fico com o total de vinte funcionários".

Segundo a vendedora Harielly Martins, há aumento das contratações temporárias e “a previsão é de contratar um funcionário para atender a demanda que já aumentou desde outubro”. 

A estudante do curso de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Ana Paiva afirma que conseguiu emprego temporário para o mês de dezembro no Shopping Campo Grande. “O movimento sobe muito e é muito gratificante, ainda mais pra gente que é estudante, que precisa de emprego, é uma ótima oportunidade”.                

Para o consultor de modas da loja Leandro Lourenço, Whytny Fontoura em 2016 o número de contratações foi baixo, “a loja tem quatro funcionários fixos durante todo o ano e não tem previsões para contratar funcionários temporários só se o movimento de vendas for maior que a capacidade de atendimento da loja”.

Serviço

A Funsat está localizada na Avenida Eduardo Elias Zahran, 1581, no bairro Jardim TV Morena.
O horário de funcionamento do local é das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.
A Fundação oferece vagas de emprego, fixas e temporárias.
Telefone: (67) 3314-5096.

COMENTÁRIOS
 © Copyright 2017 Primeira Notícia